11.08.2015

Abdullah kurdi

É muito fácil opinar no conforto do nosso lar, sem bombas a cair na nossa rua. É mesmo muito fácil opinar enquanto despejamos ódio para o teclado, mas os nossos filhos dormem no quarto ao lado, e atenção, (pasme-se!,) estão seguros! 
É muito fácil ser cínico e hipócrita, pedindo para “os nossos que precisam” mas não fazer nada para ajudar esses mesmos nossos, nem abrir mão de um euro para tal. Deve ser a coisa mais fácil do mundo ter medo de algo que só se conhece da leitura de pasquins de pouca qualidade ou em artigos inflamados de neonazis disfarçados de betos neoliberais mas que no fundo sempre foram aquilo que agora revelam.
Acordem suas bestas! Estamos a falar de vos cair uma bomba em cima do vosso loft no meio do Príncipe Real, ou de uma turba invadir a vossa casa e executar a vossa família à vossa frente! Estamos a falar de perseguição constante e não poder mexer uma palha para salvar seja quem for. Conseguem imaginar não poder salvar de morte certa os vossos familiares e amigos?
Puta que pariu pá! Só não vomito de cada vez que vos leio porque comecei a mamar omeprazol. 
E se alguém ainda está a pensar que raio de título é este, usem a porra do vosso computador \ tablet \ telefone (que isso não serve só para tirar selfies) último modelo para pesquisar. É curta a puta da memória.

"Não estou de acordo com aquilo que dizeis, mas lutarei até ao fim para que vos seja possível dizê-lo." 


Sem comentários: