3.24.2013

Obstinação


Olha-me nos olhos
e encontrarás verdade.
Olha mesmo nos meus olhos 
e entenderás; não precisamos falar, não precisamos discutir, não precisamos de esgrimas de argumentos.
Olha-me nos olhos, 
neles verás a minha tenacidade e obstinação.
Verás que é algo superior aos nossos egos ou mesmo às nossas vontades.
Desejo que um dia consigas encarar este olhar e entendas que não é pessoal, não é acusador, 
não é desafiante, não é subjugante. 
É apenas o espelho de uma vontade maior.

E é este o fado de quem não recua perante nada, e se consome na sua própria sede!